• Rogerio Gonzales

Estruturas Libertadoras

Atualizado: 18 de Dez de 2019

Você sabe o que são as Estruturas Libertadoras (ELs)?



Estruturas libertadoras (EL) são microestruturas, curadorias de várias ferramentas e estruturas existentes, que ajudam a dar forma no modo como as pessoas se relacionam umas com as outras.

Como ocorre em outras ferramentas de co-criação, há uma premissa importante na utilização de Estruturas Libertadoras, ou EL. É preciso entender que organizações são sistemas e que a lógica de "funcionamento" deste sistema é a de um organismo vivo, não a de uma máquina.


É importante que os espaços de colaboração sejam pensados com a intenção genuína de se tornarem um caminho de expressão para a inteligência coletiva. Esse lugar deve existir para que todas as pessoas possam fazer suas contribuições, e não para desvirtuar o uso de processos e ferramentas colaborativas para "criar" um engajamento virtual entre os participantes.

 

Essa estrutura deve servir para organizar, por exemplo, quem fala, por quanto tempo fala, com quem fala e algumas questões simples que estruturam o formato e o padrão de como a conversa se dará. Microestruturas, que são padrões compartilhados de ação, possibilitam uma forma distribuída de organização, o que potencializa a inteligência e a colaboração dentro de um grupo.


Uma das formas de olhar pra isso é através de um exemplo:

 

A estrutura 1, 2, 4, todos.


A ideia por trás dessa estrutura libertadora é dar tempo para que os indivíduos aumentem seu círculo de conversa e assim construam conhecimento de forma coletiva (social). Por exemplo, ao invés de começar uma conversa em um quarteto, convida-se os participantes a refletirem sozinhos.


Depois, eles devem evoluir no assunto com um par e, em um terceiro momento, aumentar o círculo para um quarteto. Finalmente, todos se envolvem em uma única conversa para compartilhar os principais pontos discutidos nos quartetos.

 

Essa é uma forma muito simples de envolver todas as pessoas em uma atividade. É efetivo pelo sentimento de participação coletiva e porque coloca todos os membros da equipe na mesma página sobre o assunto a ser trabalhado.


As microestruturas são bem simples, inclusive para que todos as entendam e sejam seus protagonistas. Então, para fazer uso dessas ferramentas você não precisa ser um facilitador formado, você pode aprender enquanto. Ler o livro, ou navegar no website já pode ser um bom começo para quem se interessa no assunto.

 

Usar as ferramentas em reuniões ou workshops é uma forma de envolver as pessoas sem desordem nem discussões que fogem às pautas. Essas complicações tão comuns, por exemplo, em uma reunião, podem ser evitadas com a presença de um facilitador ou a utilização de uma "estrutura" para auxiliar o processo.

 

No momento, há 33 Estruturas Libertadoras, e o desenvolvimento de novas ferramentas continua. Todas essas EL são organizadas a partir de 5 elementos, e mesmo que não se vá fazer uso de nenhuma, seus elementos fundadores podem ajudar a planejar uma reunião de forma mais efetiva:



1. Esta atividade tem qual tema e qual objetivo (Convite para a

atividade);

2. Organização do espaço e dos materiais (cadeiras em círculo sem

mesas, mesas em U, fileiras de cadeiras, post-its, canetinhas,

pranchetas, flip-chart, projetor);

3. Qual o papel dos participantes na atividade (quase 100% do

tempo total para o apresentador; apresentação e depois trabalho em

grupos; apresentação de diferentes pessoas...);

4. Constituição dos grupos (um grupo, um apresentador), e,

5. Agenda e planejamento da atividade, sequência de passos e

alocação do tempo (apresentação na maior parte do tempo, possível

momento para perguntas e respostas para equilíbrio do tempo).

 

Saiba mais no website das Estruturas Libertadoras em português clicando aqui

 

Lembre-se que a aprendizagem através da experiência é uma ótima

estratégia, porém requer intencionalidade em sua realização para que

o método para que seja efetiva.

 

Te interessou? Quer entender mais sobre o teu time e aprender

formas de melhorar sua performance através de um ambiente mais

leve e colaborativo? Nós podemos te ajudar! Fale conosco e marcamos

um café.

  

LA REDE - Laboratório de Redefinição

 

Porto Alegre - RS, Brasil

  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube